Amigos da Xaxá

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Adoção na natureza

 pai e mãe é quem cria e não quem os tem  



O tico-tico (Zonotrichia capensis) é muito parasitado e a adaptação vantajosa para o Chupim  (Molothrus bonariensis) é a postura de seu ovo antes, ou no mesmo dia, daquela do primeiro ovo do hospedeiro.
Como o período de incubação do Chupim é de 11 ou 12 dias, um a menos do que o do tico-tico, seu filhote, que é bem maior, nasce antes.
Desta forma, o filhote do Chupim pode eliminar do ninho seus companheiros tico-ticos ou receber mais alimento, tendo maior probabilidade de sobrevivência. Quando abandona o ninho o filhote Chupim é alimentado pelos pais adotivos por 15 dias, solicitando alimento no bico através de um chamado característico, abaixando o corpo e tremulando as asas.

Um comentário:

Cláudia André disse...

oi Silvinha encontrei este teu outro blog e tb sou apaixonada por animais principalmente por gatos, tive uma perda a uns meses atras perdi minha teté ainda filhote era uma gatinha toda branca linda!!!!

bjoss e foi bom conhecer mais uma pessoa que gosta de gatos tb